Como se despedir dos amigos sem passar vergonha quando estiver indo para o seu carro: um manual
Alquimia Social / 27 agosto, 2015

Você teve uma noite ótima com seus amigos, conheceu pessoas novas, comeu e/ou bebeu, pagou a conta. Então chega aquele momento: todos à porta, na calçada ou no estacionamento do shopping, se despedindo, rindo, “vamos combinar”, “legal te ver”, e cada um vai para o seu respectivo carro. Se você chegou até aí, errou. Isso porque inevitavelmente vai acontecer de um ou mais amigos começarem a caminhar na mesma direção, sem prévio aviso, gerando aquela situação clássica de desconforto generalizado. Acho que isso acontece desde os tempos dos cavaleiros, quando o pessoal voltava de uma cruzada, dava um “high five” medieval, exaltava pela última vez o nome do Senhor, amém, e então caminhava para os cavalos, que estavam no mesmo estábulo ou amarrados na mesma coxia. Não se preocupe: a solução é fácil. Depois de pagarem a conta, ofereça carona aos seus amigos. Assim, você já elimina quem não veio por conta própria, e, de quebra, fica sabendo quem vai embora com quem. Em seguida, antes de se despedirem, pergunte onde cada um parou o carro. Se a resposta de um amigo não ficar clara, insista, conte que preferiu, por exemplo, parar mais longe do bar porque queria sair logo…

Sobre o autor e a página
Sem categoria / 26 agosto, 2015

Minha página está no ar. [Daqui para baixo, imagine  a voz de Rod Serling no Twilight Zone, ou do Cid Moreira lendo a Bíblia] O Grifo Negro é um ponto de estabilidade em todos os universos que eu criei: é a Taverna do Quatro Heróis e um Bardo contra a Realidade Medieval, o Bar em que Ana e os amigos se encontram no meu vindouro livro, que se passa em 1968, e o Café de Rock n’ Roll do Brasil Cyberpunk 2115, uma comédia de humor negro cyberpunk que se passa em 2115. Esta página vai concentrar toda minha produção, com os respectivos “links”, incluindo os meus artigos. Clique em Obras e conheça o que já foi publicado. Na seção Sobre escrever, estão todos os meus artigos sobre escrita e processo criativo, enquanto na seção Alquimia Social, estão as minhas crônicas satíricas sobre cotidiano e relacionamento. Assine a minha página para não perder nenhuma novidade. À direita, você me encontra no Twitter (me siga em @RGMesquita, mas não na rua), no Facebook (curta a minha página) e no Medium. Sinta-se em casa. Não repare na bagunça. Feche a porta. Rodrigo Assis Mesquita

%d blogueiros gostam disto: